Archive for July 1, 2008

Diablo III – Interview with Jay Wilson (em português)

Diablo

Jay Wilson is the man behind Diablo III, and Kotaku (don’t forget to leave them comments thanking) interviewed him.

“Kotaku: So, Jay, what can you tell us about the storyline of Diablo III?

Jay Wilson: In the previous two games, Diablo and his two brothers, Mephisto and Baal, were the three Prime Evils of a world called Sanctuary. Where we start off in Diablo III, it’s twenty years later (after Diablo II: Lord of Destruction) and the brothers are gone, they’ve been vanquished. Essentially everyone was kind of geared for Hell to actually invade.” – from Kotaku website

If you speak english, you can check the whole interview (highly recommended) directly from Kotaku. via Kotaku

Português por favor?

Jay Wilson é o homen por trás do Diablo III, e Kotaku (não esqueça de deixar-lhes comentários agradecendo) o entrevistou.

Para aqueles que não falam inglês, será impossível acompanhar a entrevista, então, eu vou traduzir para o português, para que os fãs brasileiros de Diablo, também possam saber mais sobre um dos jogos mais esperados dos últimos tempos.

Entrevista com Jay Wilson

Por: Kotaku

Tradução: AçaíSushi

Kotaku: Então, Jay, o que você pode nos contar sobre o enredo do Diablo III?

Jay Wilson: Nos dois primeiros jogos, Diablo e seus dois irmãos, Mephisto e Baal, eram os três Prime Evils de um mundo chamado Sanctuary. Onde começamos em Diablo III, é vinte anos mais tarde (depois de Diablo II: Lord of Destruction) e os irmãos se foram, eles desapareceram. No final de Lord of Destruction, a Worldstone foi destruída, e deixou uma cratera gigante e todos esperavam as hordas saírem dali e nada aconteceu. Então, Deckard Cain é um dos nossos personagens principais dos primeiros dois jogos, ele passou as últimas duas décadas tentando descobrir onde os últimos dois Evils estão, o que estão fazendo e porque a invasão não aconteceu. Muito do restante da história se foca em Tyrael, o Angel of Justice, e o que aconteceu com ele desde o evento já que ele foi o anjo que destruiu o mundo.

Kotaku: A mitologia de Diablo parece tão complexa quanto a do Warcraft ou Starcraft, você acha que isso é importante?

Jay Wilson: Sim, com certeza, é um dos nossos focus principais no jogo. O engraçado é que quando eu dei o enredo pra você, pareceu tão simples. Nós amamos a história.

Kotaku: Você disse que estava trabalhando no jogo pelo que, quatro anos? Você acha que demorar mais em um jogo melhora muito o produto final?

Jay Wilson: Quatro… ou cinco, por ai. Eu acho que demorar o tanto que o jogo precisa é garantir que será um bom jogo. É difícil dizer se melhora o produto final mas as vezes é necessário. A Blizzard só libera jogos perfeitos então se não está perfeito a gente não libera. Uma das coisas que eu queria dizer, especialmente para os mais pacientes dos nossos fãs – aqueles que vem esperando por Diablo III – é que eu espero que eles vejam a prova do nosso amor pelo franchise que nós não liberaríamos antes de estar perfeito e pronto. Nós realmente tentamos usar esse tempo para uma continuação que fosse digna deles.

Kotaku: No demo que você mostrou durante a cerimônia de abertura, você nos deu uma amostra da classe Witch Doctor que parece usar várias spells semelhantes as do World of Warcraft. Você se preocupa que alguns fãs vão pensar que você só está copiando coisas do WoW?

Jay Wilson: Não. Se eu acho que vão falar isso? Sim, eu acho que vão. Uma das coisas que eu gosto de lembrar as pessoas é que está tudo bem roubar de nós mesmos. Uma boa idéia é uma boa idéia e uma boa skill é uma boa skill, e quando nós olhamos todos os nossos jogos nós emprestamos alguma coisa o tempo todo. Mas a coisa mais importante é, a jogabilidade é a mesma do World of Warcraft? Não! A jogabilidade não tem nada a ver com WoW, Diablo é diferente e tá tudo bem. Se nós olharmos o histórico dos jogos da Blizzard, no Warcraft I e II, a spell Blizzard apareceu, e também apareceu em WoW e Diablo II. Eu penso que é quase como uma assinatura mas enquanto o jogo tiver coisas originais que o representam bem e tem sua própria jogabilidade, isso é o que importa.

Kotaku: Neste caso você acha que isso vai estar ao seu favor, que os jogadores do WoW, por exemplo vão ter vontate de experimentar o Diablo III?

Jay Wilson: Sim, eu acho sim. Acho que os jogadores gostam de coisas com que estão familiarizados e eu não acho que tenha nada errado com eles dizendo: “Oh, essa classe é como os warriors do WoW. Legal, eu quero jogar com este!” Especialmente se vai fazer com que eles joguem Diablo. Eu acho que a gente ganha o tanto que poderíamos perder, as pessoas adoram ver coisas familiares e a reação ao Whirlwind é um ótimo exemplo.

Kotaku: Você entrou para a Blizzard recentemente, a sua paixão por Diablo continua?

Jay Wilson: Sim, eu sou um fã da Blizzard. Meu primeiro jogo da Blizzard foi Rock N’ Roll Racing. Warcraft I, II, StarCraft – eu sou muito fã de Starcraft, Diablo I e II; Diablo era mencionado em voz baixa na minha casa porque eu estava tão animado que eu joguei Diablo praticamente desde que saiu. É um daqueles jogos que é ótimo jogar de novo.

Kotaku: Por que você acha que Diablo chama tanta atenção?

Jay Wilson: Acho que por muitos motivos; o cenário é dark e as pessoas gostam disso, principalmente agora. Eu particularmente acho que Diablo II ganha no quesíto diversão. Todos os jogos do Diablo, eles são divertidos de jogar e isso é importante. Você pode pegar o jogo mais imperfeito do mundo enquanto ele for divertido tudo bem. Diablo II é super fácil de jogar, você poderia ensinar a sua avó a jogar em 5 segundos.

Kotaku: Com a popularidade do WoW e outros jogos online, o Battle.net parece ter quase desaparecido. Você acha que o Diablo III vai reviver esse serviço?

Jay Wilson: Eu não posso realmente falar do Battle.net mas eu vou dizer, Battle.net não será só um figurante. Será enorme, a próxima versão será o focus da Blizzard. Todos ficarão maravilhados quando verem as coisas que planejamos. Prover um serviço de qualidade para nossos jogadores é o nosso focus principal.

-Fim-

Foi preciso mudar uma coisa ou outra mas eu tentei ser o mais fiel possível. Falta vírgulas e etc porque eles fizeram assim, eu, como disse antes, tentei ser o mais fiel possível, até nas vírgulas.

Espero que tenham gostado. via Kotaku

Comments (4) »